domingo, 10 de julho de 2011

Ana...dos pés à cabeça.

Posso estar presa no trânsito inerte ou em alerta ou mesmo caminhando livremente por entre um verde que ainda resiste nesta cidade.Surpreenda-se ao me ver escutando ACDC numa noite fria ou escolhendo a suavidade de um Blues para me despertar.O pôr do sol tem minha companhia quando estou disposta a admirá-lo mas o céu branco carregado de nuvens pesadas caindo numa tarde qualquer vagando pela noite me instiga também.Estou disposta a escutar,a admirar o que estiver ao meu alcance mesmo em dias não muito bons.Fecho os olhos para fujir um pouco de tudo ou lembrar daquele dia que não queria por fim.Vou vivendo a cada dia meu dia que me cobra e me liberta tanto,abraço cada desejo e beijo cada momento como se fosse o último...percebo num instante ou minuto qualquer que algumas coisas valem muito a pena principalmente quando temos interesse em tê-las.

Um comentário:

  1. Esta é Ana da cabeça aos pés, cativante e surpreendente...rsrs
    Adorei!

    ResponderExcluir